Praia limpa

setembro 18th, 2017 Posted by Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODS 12 - Consumo e Produção Responsáveis, ODS 13 - Ação Contra a Mudança Global do Clima, ODS 14 - Vida na Água No Comment yet

Verão, férias, praia e…. Sujeira! Sim, nossas praias e oceanos estão cheios de “lixo”.

E não, a culpa não é (somente) do “turista sem noção”. Entenda melhor como todos nós contribuímos para essa (triste) realidade.

Cerca de 70% do território do planeta é composto por oceanos e mares. É muita água não é mesmo? Muita gente não sabe, mas essa água toda desempenha funções essenciais para a manutenção da vida no planeta:

  • 50 a 70% do oxigênio vem dos oceanos – mais do que o que é produzido pelas florestas;
  • Fonte de alimento para mais de um bilhão de pessoas – principalmente nas regiões costeiras e ilhas – sendo a principal fonte de proteínas nos países mais pobres;
  • Grande responsável por absorver o carbono contribuindo para a regulação do clima;
  • Abriga cerca de 2 milhões de espécies marinhas – ainda que muitas delas ainda sejam pouco ou nada conhecidas;

Mais do que isso, os oceanos contribuem para o turismo, lazer, estudos científicos para a descoberta de medicamentos e novas tecnologias, além de serem fontes de energia limpa em alguns países (maremotriz).

Por essa tamanha importância que o oceano representa na sustentabilidade das nossas vidas, um dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU – ODS14 – fala justamente sobre a conservação e uso consciente dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável, com bastante ênfase na gestão de resíduos e no aumento do controle das práticas de pesca.

Isso porque, mesmo com todos esses “benefícios” que os oceanos nos proporcionam, o descuido é enorme e permanente. Quanto aos impactos, bom, você deve imaginar, mas trouxemos aqui alguns dados só para dar uma dimensão:

  • 9 milhões de toneladas de plástico vão parar nos oceanos todos os anos, sendo que “só” 20% têm como origem embarcações. Todo o resto vem do continente por meio do esgoto, rios, ventos e marés;
  • As partículas de plástico presentes nos oceanos somadas pesam aproximadamente 269.000 toneladas;
  • Se as práticas de pesca se mantiverem como estão, diversas espécies marinhas desaparecerão nos próximos 40 anos – as próximas gerações podem vir a não conhecer o atum, por exemplo!
  • Se continuarmos produzindo, consumindo e descartando plásticos na velocidade atual, em 2050 teremos um oceano com mais plásticos do que peixes;
  • “Zonas Mortas” (áreas aquáticas em que o oxigênio é insuficiente para que haja vida) dobram a cada 10 anos. A última estimativa detectou 405 zonas, que equivalem – em extensão – ao tamanho da cidade de São Paulo.
  • Menos de 2% dos oceanos são protegidos de alguma forma.

Diante de tantos dados alarmantes, é possível identificar pelo menos um grande vilão: o plástico. Mas ele não deve levar a culpa sozinho, afinal este e diversos outros resíduos poluentes só vão parar na natureza graças a nós, humanos!

É tanto que muitas vezes até ignoramos o lixo em nossa volta nas praias

 

Reunimos aqui algumas dicas para que você possa repensar alguns hábitos e assim contribuir no seu dia-a-dia para reduzir os danos causados aos oceanos:

  • Evite o consumo de materiais descartáveis de plástico – copos, pratos, etc – e quando o uso for inevitável faça o descarte correto;
  • Menos embalagens: Sabe aquele produto que vem em uma embalagem e que dentro vem outra embalagem e assim sucessivamente? Não compre este produto!
  • Pacotes de presente: que tal substituir o plástico pelo papel, ou até mesmo um tecido?
  • Atenção às pastas dentais, esfoliantes e outros cosméticos: sabe aquelas “bolinhas coloridas” que normalmente colocam em produtos de higiene? São microplásticos e, apesar de “micro”, são bastante prejudiciais ao meio ambiente;
  • Repense a utilização de produtos de limpeza: detergente, sabão, amaciante e outros contribuem para diminuir o oxigênio da água. Muitas vezes é possível substituí-los por produtos naturais. O vinagre e o bicarbonato de sódio são ótimos aliados. Informe-se!
  • Vai às compra? Não esqueça a sacola ecológica ou utilize caixas de papelão;
  • Mutirão de limpeza: que tal mobilizar seus amigos ou vizinhos para dar aquela geral na vizinhança, em algum local público ou até mesmo na praia? É uma forma divertida de fazer a diferença!
  • Ajude um plástico a encontrar o caminho para a lixeira correta: ao encontrar lixo na rua, faça sua parte e deposite na lixeira mais próxima;
  • Influencie pessoas: dissemine informações e contribua para que mais gente entre nessa luta conosco!

Não esqueça de compartilhar sua atitude lá no app do GoforGood, assim você ganha pontos e contagia mais gente a abraçar esta causa.

 

Fontes:

Quase 270 mil toneladas de plástico poluem os oceanos, diz estudo

http://www.mma.gov.br/responsabilidade-socioambiental/producao-e-consumo-sustentavel/saco-e-um-saco/saiba-mais

http://www.oneworldoneocean.com/pages/why-the-ocean

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/02/150213_plastico_mares_lk

https://www.theguardian.com/business/2016/jan/19/more-plastic-than-fish-in-the-sea-by-2050-warns-ellen-macarthur

http://www.who.int/nutrition/topics/3_foodconsumption/en/index5.html

http://www.businessinsider.com/r-oceans-yield-1500-new-creatures-many-others-lurk-unknown-2015-3

Reduce, Remove, Rescue

ODS14

The comments are closed.

GoforGood no Facebook